Afinal, esquizofrenia tem cura?

Considerada uma doença mental altamente incapacitante, uma das dúvidas mais comuns entre pacientes e familiares é se a esquizofrenia tem cura.

Segundo a Organização Pan-Americana de Saúde (PAHO), são em média 23 milhões de pessoas que sofrem desse transtorno mental ao redor mundo e no Brasil o número de esquizofrênico já chega a 2 milhões.

O transtorno é caracterizado por distorções no pensamento, alterações nas emoções e no comportamento do paciente.

Seus principais sintomas são alucinações e delírios e o doente passa a acreditar em situações que não são reais, tornando o convívio social difícil. Isso afeta também as pessoas ao seu redor, colocando algumas vezes a própria vida e a de terceiros em risco. 

A esquizofrenia costuma se manifestar na adolescência ou no início da vida adulta e os estigmas, preconceito e desconhecimento sobre a doença colaboram para que muitas vezes a procura por ajuda médica não aconteça.

Mas, afinal, a esquizofrenia tem cura? Descubra lendo nosso post.

Como é feito o diagnóstico da esquizofrenia?

Tão importante quanto saber se a esquizofrenia tem cura ou não, é entender que ainda não existe um exame laboratorial ou de imagem específico que identifique o transtorno.

O diagnóstico é realizado por um psiquiatra, que poderá solicitar tanto um exame de sangue quanto de imagem para descartar qualquer possibilidade da presença de outras doenças, que podem ser identificadas dessa forma e também afetam a estrutura do cérebro. 

Por fim, o profissional fará uma avaliação do estado mental, físico e emocional do paciente procurando compreender as alterações no seu comportamento, a presença de delírios, alucinações, alterações de humor e entre outros sinais e sintomas característicos da esquizofrenia.

Para um diagnóstico mais preciso, o médico também irá procurar saber dos familiares sobre o histórico do seu paciente.

Esquizofrenia tem cura?

Quanto a questão se a esquizofrenia tem cura, tanto o paciente quanto seus familiares e amigos precisam compreender que ela é uma doença crônica.

Logo, não tem cura. 

Mas a partir do devido diagnóstico ela pode ser tratada, o que possibilita amenizar os sintomas e dar muito mais qualidade vida ao paciente. 

Dependendo do tratamento e das condições do paciente, ele pode se manter estável, ter uma vida normal, ser inserido na vida social e no mercado de trabalho, estudar, casar, ter filhos, etc.

Quais os tratamentos disponíveis?

O tratamento da esquizofrenia envolve um conjunto de medidas, que incluem:

  • o diagnóstico que deve ser realizado por um psiquiatra,
  • a aceitação da doença, 
  • o apoio da família e dos amigos,
  • uso de medicamentos,
  • psicoterapia,
  • a internação quando ela se fizer necessária.

Nesse conjunto, é importante você saber que quanto mais precoce for o diagnóstico maiores as chances de resultados positivos no tratamento. 

O apoio da família deve acontecer desde a observância dos sintomas, no incentivo ao diagnóstico, às consultas e ao tratamento orientado. Procurar saber se a esquizofrenia tem cura, conhecer a doença, quebrar preconceitos e respeitar a condição é fundamental para o paciente e para a obtenção de resultados positivos.  

Em relação à medicação, como a doença não tem cura, boa parte dos pacientes precisam optar pela ação medicamentosa contínua, que pode ser com remédios antipsicóticos ou neurolépticos, que ajudarão a reduzir os sintomas e prevenir novas crises.

A psicoterapia complementa o tratamento, as sessões podem ser em grupo ou individual e ajudam na organização dos pensamentos e na descoberta e controle das emoções, auxiliando dessa forma a melhora nas relações sociais. 

Essa internação só acontece quando o medicamento não gera o resultado desejado. Já nos momentos de crise, o paciente pode estar correndo risco de vida ou colocando outras pessoas em perigo.

Ressaltamos que cada paciente precisa ser olhado com um ser integral e cuidado de forma personalizada, individualizada e humanizada, isso tudo dentro da sua necessidade.

O CT Estrela do Amanhecer é um centro terapêutico e clínica psiquiatra especializado em saúde mental, localizada em Atibaia, que além de ampla experiência em tratamentos para a saúde mental masculina, conta agora também com uma ala exclusiva dedicada aos tratamentos do público feminino.

Acesse nosso site, conheça nossa estrutura e agende uma visita para sentir de perto todo o nosso trabalho.

Você vai gostar de ler:

A esquizofrenia é uma doença crônica que sofre grande estigma, embora já venha sendo estudada há muitos anos. Atualmente, segundo dados da …

Muitas vezes a melhor alternativa para o tratamento de doenças está em buscar uma clínica especializada, visando gerar conforto e condições apropriadas …

Quando nos deparamos com o problema, vem a pergunta: qual o melhor tratamento de esquizofrenia? Infelizmente, a doença não tem cura, no …

Open chat