Quais as consequências da esquizofrenia não tratada?

A esquizofrenia não tratada pode ser um sério problema para o doente e para aqueles que convivem com ele.

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), essa doença acomete 1% da população jovem mundial, pessoas que têm entre 15 e 35 anos.

É também, a terceira causa na perda da qualidade de vida entre aqueles que possuem idade entre 15 e 44 anos.

Um dos sérios problemas com relação à doença está em ignorá-la ou descontinuar o tratamento, situação que pode ocorrer em função dos seguintes motivos:

  • baixos recursos financeiros do paciente,
  • não reconhecimento da doença,
  • incapacidade de se cuidar e se tratar.

Neste post, apresentaremos as consequências da esquizofrenia, quando não é devidamente tratada. Continue lendo e saiba mais sobre o assunto!

Como reconhecer a esquizofrenia?

A esquizofrenia costuma se manifestar quando o cérebro está maduro, ou seja, em adultos, mas também é observada em menor escala em adolescentes e crianças.

O problema ocorre através de um desequilíbrio de neurotransmissores provocando sintomas, como:

  • alucinações,
  • delírios,
  • ideias de perseguição,
  • pensamentos desorganizados,
  • perdas cognitivas,
  • dificuldades para falar,
  • incapacidade de demonstrar emoções.

Além disso, o doente pode ter surtos psicóticos, dificultando os relacionamentos sociais.

O que acontece quando a esquizofrenia não é tratada?

Quando as medidas terapêuticas não são realizadas ou são empregadas tardiamente, as chances de problemas aumentam, tais como:

Declínio das relações sociais

A falta de tratamento compromete as relações sociais, levando à perda do contato com a sociedade e inclusive com os familiares. Isso ocorre em função da:

  • diminuição das emoções,
  • comportamentos incomuns,
  • fortes crises.

Essas situações afastam o doente do seu meio, isolando-o e fazendo com que se feche em seu próprio mundo.

Surtos e crises

Outro problema que tende a aumentar pela falta de tratamento, diz respeito ao aumento dos surtos e crises, causando muitos transtornos para todos os envolvidos.

Esse quadro deve ser tratado com cuidado e paciência, pois o doente pode se tornar agressivo, ferindo a si próprio ou os outros.

O importante é manter a calma, não confrontá-lo ou duvidar das suas alucinações e delírios, buscando imediatamente socorro junto a especialistas.

Diminuição da função mental e perda cognitiva

A diminuição da função mental é outro fator que pode ser desencadeado pela falta de cuidados médicos.

O doente fica esquecido, onde funções importantes acabam sendo comprometidas, tais como:

  • atenção,
  • velocidade no processamento da informação,
  • memória verbal e visual,
  • funções de execução,
  • funcionamento intelectual.

Invalidez

Com a perda cognitiva, o doente tende a ser considerado inválido para atuar profissionalmente, o que acaba causando o desemprego e aumentando as dificuldades da família, no que se refere a situação financeira.

Além disso, a atividade profissional colabora para a melhora da pessoa com esquizofrenia e a perda dessa possibilidade agrava a situação.

Diante dessa realidade, é fundamental que se busque por profissionais qualificados frente aos primeiros sinais dessa doença.

É importante saber que quando detectada no início do seu processo, muito pode ser realizado para amenizar a situação e possibilitar a pessoa uma vida saudável e com boas perspectivas.

Outra informação importante é não permitir que tratamentos sejam abandonados, e nos casos em que se perceba essa situação é fundamental que sejam retomados os cuidados médicos para evitar situações como as mencionadas.

Se essa questão é percebida em sua família, contate-nos e receba orientações a respeito, evitando consequências difíceis de serem tratadas e garantindo qualidade de vida àqueles que sofrem com a esquizofrenia.

Você vai gostar de ler:

Você conhece os tipos de esquizofrenia existentes? Essa doença mental crônica não tem cura e precisa ser tratada com acompanhamento médico por …

Não é de hoje que discutir sobre a saúde mental do homem é um tabu e continua existindo uma resistência muito grande …

Todos os cuidados precisam ser tomados com as pessoas que sofrem crises de esquizofrenia. Essa doença, que necessita de tratamento por toda …

Open chat